Deputado retira projeto e desiste de tentar proibir métodos anticoncepcionais

Incomodado com a intensa repercussão negativa do projeto, Marcio Labre (PSL/RJ) informou, através de postagem em sua rede social, já ter protocolado requerimento para retirada de tramitação.

O polêmico projeto visava proibir métodos anticoncepcionais como o anticoncepcional oral, a pílula do dia seguinte, implantes subdermais e o dispositivo intrauterino – DIU. Todos de uso exclusivamente feminino e todos considerados microabortivos na sua opinião.

Repleto de erros conceituais e mentiras, a justificativa ressignificava termos como criança e embrião. Avocava uma suposta proteção divina completamente incompatível com um estado laico e plural e citava “vários movimentos Pró-Vida dispersos pelo País”.

Em nota, o Deputado informou que o projeto foi protocolado por engado e que não estava concluído. O objetivo real do projeto era somente informar a população quanto ao risco desses métodos anticoncepcionais, devido a falta de transparência e informação sobre esse tipo de medicação.

twitter.com twitter.com

Foto: Facebook.

Deixe uma resposta