JP

Quando ouço Jovem Pam me lembro do jornalismo bolsonarista e das suas músicas do momento.

É a Rádio que eu mais ouço e ouvia, no trânsito de Curitiba. Antes da malfadada pandemia.

Aí vem a notícia de que o Diretor de Comunicação de Maringá foi afastado do cargo por decisão judicial por, em tese, favorecer a emissora onde também é comentarista.

Não escapa um onde se grita alto em apoio a Bolsonaro. Os mesmos tipos de possíveis ilícitos que mancharam a imagem dos seus desafetos, todos “petistas”.

É com uma notícia dessas que logo se vê que a conduta acima de qualquer suspeita não se encontra nem mesmo entre os assim chamados bolsonariastas.

Deixe uma resposta