Ney Leprevost p̶r̶e̶c̶i̶p̶i̶t̶a̶d̶o̶

Clique aqui e veja a resposta do Deputado.


Sempre tive com muita estima o Deputado Federal Ney Leprevost, a quem apoiei quando concorreu à prefeitura de Curitiba. Mas ver alguém que eu até então considerava uma pessoa esclarecida compartilhar fake news é o tipo de coisa que faz a gente perder um pouco a fé que ainda tinha na política.

A mentira ficou por conta de um post publicado hoje na página do Facebook oficial do Deputado. Com “selo azul” de autenticidade.

new_leprevost

Na postagem, Ney se mostra impressionado com uma história de que em um certo município de São Paulo, Porto Feliz, o prefeito, que é médico, fez seu próprio protocolo pra tratar pacientes com Covid-19.

O teste, segundo a postagem, envolveu “290 moradores de um quarteirão inteiro” que “receberam Ivermectina”. Sem projeto de pesquisa. Sem grupo de controle. Sem participação do Conselho Federal de Medicina. Sem supervisão da Anvisa. Sem dizer se quem recebeu foi ou não foi um voluntário.

Se fosse verdade, por si só já seria um crime. Mas de tão grosseira, fica evidente não ser verdade.

É triste ver políticos se expondo à vergonha pública ao serem facilmente enganados. Serem ingênuos e não verificarem os fatos. Mas hoje o que dá audiência é ser assim, um descuidado.

Não demorou muito e já surgiu o desmentido.

A cidade existe, o prefeito é médico, o medicamento foi hidroxicloroquina e vinha sendo distribuído desde maio.

kit-covid

Também consta que o “kit” sequer deu resultado.

Porto Feliz teve até hoje 312 casos e 3 óbitos. Tietê teve 105, 2 óbitos e fica ao lado.

O Deputado foi enganado.

Faltam assessores no gabinete do Deputado.

Se não faltam assessores, faltam jornalistas e sobram advogados.

Sem bons assessores um deputado é apenas mais um cidadão desinformado e no Congresso, o voto de um parlamentar bem informado tem o mesmo peso do que o de um precipitado.

* Imagem: TV Cultura.

Uma resposta para “Ney Leprevost p̶r̶e̶c̶i̶p̶i̶t̶a̶d̶o̶”

Deixe uma resposta