Prerrogativas

Não precisa ser um expert em direito para sabe que se um juiz fez um acordo com a outra parte, grampeou você e seus advogados e escondeu provas a seu favor com o objetivo de te condenar e enganar o tribunal superior você não foi julgado, foi apenas vítima de uma armação judicial.

Mesmo assim um grupo de advogados de defensores públicos chamado Prerrogativas decidiu reunir informações sobre os acordos ilegais e tratativas escusas dos bastidores da Lava-Jato e o ex-Juíz.

O livro se chama “Livro das Suspeições” e está sendo lançado neste sábado (1º) em um evento virtual.

O objetivo é fomentar o debate sobre os limites da interferência de juízes no curso das investigações e do processo penal, recuperando os limites republicanos do devido processo legal.

É o que precisa ser feito para o Brasil voltar ao estado de direito e deixar de lado o lavajatismo ilegal.

Deixe uma resposta