Prioridade é a reforma tributária

Paulo Guedes e Rodrigo Maia se uniram no discurso de que agora a prioridade é a reforma Tributária.

O Ministro da Economia espera a aprovação da reforma até o final deste ano e defende um imposto sobre transações digitais, diferente, mas parecido com a extinta CPMF.

Para Guedes, o imposto sobre transações é a melhor forma de reduzir os encargos sobre a folha de pagamento e destravar a economia. Uma vez que os altos encargos sobre a folha de pagamento desistimulam a geração de emprego e impedem um avanço maior da economia.

Deixe uma resposta