Reforma tributária elevaria PIB em até 33%

A depender das projeções apresentadas pelo Estado do Paraná no boletim sobre os impactos da pandemia do novo Coronavírus, a reforma tributária é a principal medida a ser adotada pelo Governo para aquecer a economia.

A projeção leva em contra os impactos diretos e indiretos causados pela reforma. Em especial com a redução da burocracia, o aumento da segurança jurídica, a redução do risco-país, do custo de investimento e o fim da guerra fiscal entre os estados. Levando a uma reorganização positiva da economia.

projeção reforma tributária

A reforma considerada é da PEC 42, que extingue cinco tributos e cria os Impostos Seletivo e o Imposto Sobre Bens e Serviços – IBS e os impactos diretos e indiretos são considerados em um horizonte de 15 anos, a partir do fim da situação de emergência nacional decretada para o enfrentamento da pandemia.

A projeção faz parte do boletim emitido pela Secretaria de Estado da Fazenda em conjunto com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento vinculado a Secretaria do Planejamento e Projetos Estruturantes do estado do Paraná e foi elaborada pela LCA Consultoria.

Imagem: Paraná/Governo do Estado.

Vacina contra o Coronavírus será produzida no Paraná

vacina-covid-coronavirus

O Estado do Paraná produzirá no Brasil a vacina contra o novo Coronavírus.

A vacina será produzida pelo Instituto de Tecnologia do Paraná – Tecpar, em parceira com o laboratório farmacêutico Sinopharm.

O acordo foi assinado de forma simbólica nesta terça-feira (28) por videoconferência pelo Governador do Paraná.

A expectativa é que a terceira fase do teste da vacina comece já no próximo mês. No caso da manutenção dos resultados favoráveis, haverá o repasse de tecnologia por parte do Sinopharm para que a vacina possa a ser produzida pelo Tecpar.

De acordo com o governador Ratinho Júnior, a intenção é fazer do instituto paranaense um polo produtor e distribuidor do medicamento para o restante do Brasil e também para países da América do Sul. Após a liberação do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ainda na segunda-feira (20) o Governador enviou uma emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO propondo uma reserva de R$ 100 milhões para aquisição e produção de vacinas contra o novo coronavírus no Paraná.

Imagem: Gerd Altmann/Pixabay.

Pneumonia

O Estado do Paraná registrou em Junho 6.403 óbitos no total. 367 a mais do que no ano passado no mesmo período.

Se analisarmos apenas as mortes por causas respiratórias, foram registrados 340 óbitos por insuficiência respiratória; 662 por pneumonia; 38 por síndrome respiratória aguda grave e 749 por Coronavírus.

E em 2019 no mesmo período?

Embora no ano passado não existia testes para identificar o novo Coronavírus, um conjunto de dados chama muito a atenção nos registros.

Ocorre que em Junho de 2019 morreram no Paraná 448 pessoas por insuficiência respiratória; 1.202 por pneumonia; 18 por síndrome respiratória aguda grave e nenhum, naturalmente, por Coronavírus.

Foram 1.668 mortes em Junho de 2019 por causas respiratórias específicas e 1.789 mortes em Junho de 2020 incluindo o novo Coronavírus.

Um acréscimo de pouco mais de 7% em um período em que o número de mortes, em comparação ao mesmo período do ano anterior, aumentou no total em 6%.

É um acréscimo líquido de 1%, com uma redução de 55% nos óbitos ocasionados por pneumonia.

O incremento líquido de óbitos relacionados a pandemia é baixo.

O que explica o número de óbitos praticamente igual ao do ano passado, acompanhado de uma redução tão drástica no número de mortes por pneumonia?

pneumoniaImagem: Registro Civil / Portal da Transparência. Modificada.

 

Providências

O Conselho Nacional de Justiça abriu no domingo um Pedido de Providências contra o desembargador Eduardo Almeida Prado Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo.

O desembargador é aquele que destratou um policial que o autuou por não usar máscara que na praia de Santos é obrigatória.

Chamar o policial de analfabeto é coisa pouca perto do telefonema que quase passa despercebido

Rápido no “gatilho”, o Desembargador rasgou a multa, puxou o celular e ligou para um “amigo”.

Pediu a intervenção no ato administrativo.

É a normalidade com que o julgador tratou o tráfico de influências que assusta.

O que o Desembargador faz com seus julgamentos quando recebe de volta a ligação de seus “amigos”?

Triste pandemia

Um aspecto triste e também inusitado dessa pandemia do Coronavírus foi a suspensão do atendimento presencial dos órgãos públicos e o atendimento remoto.

Nunca foi tão fácil ser atendido pelo poder público.

Sem filas.

Sem idas e voltas.

Sem aquela peregrinação sem fim buscando e levando documentos entre órgãos públicos.

É como se do dia para  noite os servidores descobrissem que também têm e-mail e que podem eles mesmos tirarem através da internet os documentos que requisitavam aos interessados que os tinham que retirar presencialmente em um ou outro órgão público.

Pandemias são eventos de sobrevivência.

É na adversidade da tragédia que se descobre quanta coisa se faz no governo de forma completamente inútil.

Máscaras contra o Coronavírus

máscaras covid

O Ministério da Infraestrutura trouxe para o Brasil 11,8 milhões de máscaras para prevenção à disseminação do novo Coronavírus.

A maior parte das máscaras são do tipo N95, a mais eficiente contra a transmissão do novo vírus.

O carregamento completa 220 milhões de máscaras cirúrgicas e do tipo N95 de um total de 240 milhões adquiridas.

“É uma vitória silenciosa do governo federal que está ajudando a garantir as condições necessárias para o enfrentamento da pandemia”, segundo Tarcísio Gomes de Freitas, Ministro da Infraestrutura.

Até o momento, além do distanciamento social e dos cuidados básicos de higiene e limpeza, o uso de máscaras é a forma mais eficaz de prevenção à transmissão do Coronavírus.

* Foto: LATAM / Divulgação.

No Paraná ainda não haverá fechamento

Ao contrário do que noticiou o portal Ricmais hoje cedo, o Governo do Paraná ainda não irá adotar lockdown amplo no Paraná, o que levaria a ao completo fechamento. Embora todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para a contenção da epidemia.

Veja na íntegra a nota de esclarecimento.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Governo do Paraná informa que está elaborando uma série de medidas para conter o avanço da Covid-19.

As medidas estão sendo discutidas em diversas instâncias do Executivo e serão apresentadas aos demais poderes do Estado.

A previsão é de que haja ampla divulgação das decisões nesta terça-feira (30).

O Governo do Estado antecipa que, diferente do que foi noticiado, não se trata de impor um lockdown em todo o Paraná.