28% dos EUA acreditam que vacina contra o Coronavírus será usada para implantar microchips

Se você ainda não está preocupado com os perigos da desinformação em massa causada pelas redes sociais, eu estou. E a situação fica cada vez mais surreal.

Veja, por exemplo, essa noticia publicada no Canaltech. Que relata o resultado preocupante de uma pesquisa conduzida pelo Yahoo! em conjunto com a britânica YouGov.

A pesquisa concluiu que nada menos do que 1 em cada 4 americanos acredita que “‘Bill Gates quer usar a campanha de vacinação em massa contra a COVID-19 para implantar microchips [nas pessoas], os quais poderiam ser usados para rastreá-las com uma ID digital’”.

Por mais absurda que seja a afirmação, o número sobe para 44% entre os eleitores de Donald Trump.

Reforma tributária elevaria PIB em até 33%

A depender das projeções apresentadas pelo Estado do Paraná no boletim sobre os impactos da pandemia do novo Coronavírus, a reforma tributária é a principal medida a ser adotada pelo Governo para aquecer a economia.

A projeção leva em contra os impactos diretos e indiretos causados pela reforma. Em especial com a redução da burocracia, o aumento da segurança jurídica, a redução do risco-país, do custo de investimento e o fim da guerra fiscal entre os estados. Levando a uma reorganização positiva da economia.

projeção reforma tributária

A reforma considerada é da PEC 42, que extingue cinco tributos e cria os Impostos Seletivo e o Imposto Sobre Bens e Serviços – IBS e os impactos diretos e indiretos são considerados em um horizonte de 15 anos, a partir do fim da situação de emergência nacional decretada para o enfrentamento da pandemia.

A projeção faz parte do boletim emitido pela Secretaria de Estado da Fazenda em conjunto com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento vinculado a Secretaria do Planejamento e Projetos Estruturantes do estado do Paraná e foi elaborada pela LCA Consultoria.

Imagem: Paraná/Governo do Estado.

Vacina contra o Coronavírus será produzida no Paraná

vacina-covid-coronavirus

O Estado do Paraná produzirá no Brasil a vacina contra o novo Coronavírus.

A vacina será produzida pelo Instituto de Tecnologia do Paraná – Tecpar, em parceira com o laboratório farmacêutico Sinopharm.

O acordo foi assinado de forma simbólica nesta terça-feira (28) por videoconferência pelo Governador do Paraná.

A expectativa é que a terceira fase do teste da vacina comece já no próximo mês. No caso da manutenção dos resultados favoráveis, haverá o repasse de tecnologia por parte do Sinopharm para que a vacina possa a ser produzida pelo Tecpar.

De acordo com o governador Ratinho Júnior, a intenção é fazer do instituto paranaense um polo produtor e distribuidor do medicamento para o restante do Brasil e também para países da América do Sul. Após a liberação do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ainda na segunda-feira (20) o Governador enviou uma emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO propondo uma reserva de R$ 100 milhões para aquisição e produção de vacinas contra o novo coronavírus no Paraná.

Imagem: Gerd Altmann/Pixabay.

Pneumonia

O Estado do Paraná registrou em Junho 6.403 óbitos no total. 367 a mais do que no ano passado no mesmo período.

Se analisarmos apenas as mortes por causas respiratórias, foram registrados 340 óbitos por insuficiência respiratória; 662 por pneumonia; 38 por síndrome respiratória aguda grave e 749 por Coronavírus.

E em 2019 no mesmo período?

Embora no ano passado não existia testes para identificar o novo Coronavírus, um conjunto de dados chama muito a atenção nos registros.

Ocorre que em Junho de 2019 morreram no Paraná 448 pessoas por insuficiência respiratória; 1.202 por pneumonia; 18 por síndrome respiratória aguda grave e nenhum, naturalmente, por Coronavírus.

Foram 1.668 mortes em Junho de 2019 por causas respiratórias específicas e 1.789 mortes em Junho de 2020 incluindo o novo Coronavírus.

Um acréscimo de pouco mais de 7% em um período em que o número de mortes, em comparação ao mesmo período do ano anterior, aumentou no total em 6%.

É um acréscimo líquido de 1%, com uma redução de 55% nos óbitos ocasionados por pneumonia.

O incremento líquido de óbitos relacionados a pandemia é baixo.

O que explica o número de óbitos praticamente igual ao do ano passado, acompanhado de uma redução tão drástica no número de mortes por pneumonia?

pneumoniaImagem: Registro Civil / Portal da Transparência. Modificada.

 

100 milhões contra o Coronavírus no Paraná

ratinho_junior

O Governo do Paraná apresentou nessa segunda-feira (20) uma emenda ao Orçamento do Estado para o exercício de 2021 prevendo o valor de R$ 100 milhões exclusivamente para a compra e distribuição de vacinas contra o Coronavírus em uma possível campanha de vacinação estadual.

O valor servirá como um reforço na aquisição e distribuição de imunobiológicos no Estado e corresponde à 1/3 do valor total previsto por habitante para a compra de vacinas em 2020 pelo Governo Federal.

O Paraná é o primeiro Estado a propor uma verba específica para a compra e distribuição de vacinas contra o Coronavírus no orçamento estadual. Aliando a preocupação permanente com a saúde pública e o desenvolvimento econômico estadual.

* Imagem: AEN.

Delírios do MP

Os promotores do Ministério Público do Paraná foram longe em seu último pedido à Justiça contra o fim das medidas restritivas.

O pedido foi feito devido a não continuidade do Decreto Estadual 4.942/20 desde a última terça-feira (14).

A solicitação é que todo o comércio não essencial feche as portas e que quem for flagrado fora de casa sem motivo seja preso.

É louvável a preocupação dos Promotores de Justiça com o bem e a saúde pública. Mas pedir a prisão de cidadãos para evitar aglomerações não faz sentido.

Até agora não vi nenhum pedido do Ministério Público para que o Estado e os municípios distribuam máscaras para evitar a disseminação do coronavírus.

 

Melhor Hora

Surgiu na Receita Estadual do Paraná, inspirado em uma ideia semelhante adotado pelo Estado de Rondônia, um aplicativo que mostra a densidade do fluxo de pessoas em mercados e farmácias em cada horário do dia e da semana.

É o Melhor Hora Paraná, um aplicativo desenvolvido pela Companhia de Informática do Paraná – Celepar em conjunto com a Receita Estadual.

melhor_hora

A solução é bastante inovadora. Busca nos dados da emissão de Notas Fiscais Eletrônicas informações que permitem aos consumidores paranaenses escolher os horários com menor fluxo de pessoas e fazer suas compras de forma mais tranquila e segura.

Foi pensado como um instrumento de auxílio no combate à disseminação do Coronavírus, mas caiu como uma luva no estilo de vida “oi avulso” de Curitiba.

O Melhor Hora Paraná está disponível no endereço http://www.melhorhora.pr.gov.br.

Será um serviço público bastante útil tanto agora quanto depois da Pandemia.

Ney Leprevost e o outro lado

Ney Leprevost entrou em contato.

Considerou a crítica injusta, configurando-se ela mesma em fake news.

Diz que, por não se ter certeza se o protocolo é ou não ideal, pediu estudos do Ministério da Saúde. Não receitou o tratamento.

Diz também que não faz parte dessa “briga burra” entre esquerda e direita. Que não concorda com a politização da pandemia e solicitou correções.

É importante poder ver os fatos pelo outro lado.

Do ponto de vista do Deputado, o pedido de averiguações mostra um parlamentar atento e preocupado.

Atento com o que acontece a sua volta e preocupado com a saúde do povo, sem politizar a pandemia e sem aderir a um ou outro lado.

Atenção e preocupação que não se confundem com um ato precipitado.

Considero a crítica injusta, configurando- se ela mesma em fake news, confundindo o leitor. Pois por não ter certeza que o protocolo é o ideal , pedi estudos . Não receitei o tratamento para ninguém . Não faço parte desta briga burra entre esquerda e direita . Não concordo com a politização da pandemia . Solicito correção .

Ney Leprevost p̶r̶e̶c̶i̶p̶i̶t̶a̶d̶o̶

Clique aqui e veja a resposta do Deputado.


Sempre tive com muita estima o Deputado Federal Ney Leprevost, a quem apoiei quando concorreu à prefeitura de Curitiba. Mas ver alguém que eu até então considerava uma pessoa esclarecida compartilhar fake news é o tipo de coisa que faz a gente perder um pouco a fé que ainda tinha na política.

A mentira ficou por conta de um post publicado hoje na página do Facebook oficial do Deputado. Com “selo azul” de autenticidade.

new_leprevost

Na postagem, Ney se mostra impressionado com uma história de que em um certo município de São Paulo, Porto Feliz, o prefeito, que é médico, fez seu próprio protocolo pra tratar pacientes com Covid-19.

O teste, segundo a postagem, envolveu “290 moradores de um quarteirão inteiro” que “receberam Ivermectina”. Sem projeto de pesquisa. Sem grupo de controle. Sem participação do Conselho Federal de Medicina. Sem supervisão da Anvisa. Sem dizer se quem recebeu foi ou não foi um voluntário.

Se fosse verdade, por si só já seria um crime. Mas de tão grosseira, fica evidente não ser verdade.

É triste ver políticos se expondo à vergonha pública ao serem facilmente enganados. Serem ingênuos e não verificarem os fatos. Mas hoje o que dá audiência é ser assim, um descuidado.

Não demorou muito e já surgiu o desmentido.

A cidade existe, o prefeito é médico, o medicamento foi hidroxicloroquina e vinha sendo distribuído desde maio.

kit-covid

Também consta que o “kit” sequer deu resultado.

Porto Feliz teve até hoje 312 casos e 3 óbitos. Tietê teve 105, 2 óbitos e fica ao lado.

O Deputado foi enganado.

Faltam assessores no gabinete do Deputado.

Se não faltam assessores, faltam jornalistas e sobram advogados.

Sem bons assessores um deputado é apenas mais um cidadão desinformado e no Congresso, o voto de um parlamentar bem informado tem o mesmo peso do que o de um precipitado.

* Imagem: TV Cultura.